SINPOL-TO e Associações se reúnem com a SECAD para discutir pautas da categoria

15/04/2024 20/05/2024 15:49 214 visualizações

SINPOL-TO e Associações se reúnem com a SECAD para discutir pautas da categoria

 

Na manhã desta segunda-feira, 15, o presidente do SINPOL-TO, Ubiratan Rebello e o diretor Hugo Moura, juntamente com os presidentes da FEIPOL-CON, Marcilene Lucena, AGEPOL-TO, Marco Albernaz e AEPTO, Vladya Sousa, reuniram-se com o secretário de Administração, Paulo César Benfica, para tratar de demandas da categoria. 

 

Em pauta, as progressões dos anos 2022, 2023 e 2024, o concurso público e as alterações no PCCS dos Policiais Civis. 

 

Durante a reunião, o presidente do SINPOL-TO, Ubiratan Rebello, fez um panorama geral sobre o sistema de progressões dos Policiais Civis, apresentando as diferenciações a partir de 1993 até a Lei 2.808/13. Ao final, o presidente solicitou a correção nas publicações de 2022 e 2023 e a implementação de 2024. 

 

O concurso público também foi pauta da reunião e todos os presidentes foram unânimes em defender que o próximo concurso já traga a nova nomenclatura trazida no bojo da Lei Federal 14.735/23 - Oficial de Investigação Policial, apresentando que tal alteração, além de respeitar a Lei em questão, trará benefícios para a instituição e para toda a sociedade tocantinense.  

 

O secretário Paulo César Benfica em sua fala disse que está aberto às demandas trazidas pelas representações classistas e que irá analisar toda a documentação apresentada.  

 

"O Governador Wanderlei Barbosa tem buscado colocar em dia todos os direitos dos servidores, já foram quase 80.000 progressões concedidas pelo Governo", afirmou Benfica que destacou ainda que "já realizamos os concursos da Educação, PM e BPM, estão em análise outros concursos, dentre eles o da Polícia Civil, resultado de uma gestão comprometida com a sociedade tocantinense", concluiu.   

 

Após a reunião, os representantes classistas fizeram o balanço da reunião e foram unânimes em afirmar a positividade desta, uma vez que SECAD se colocou à disposição para discutir e buscar uma solução para as demandas da categoria. Participaram da reunião, além dos representantes já citados, a diretora da AGEPOL-TO, Cristiane Lacerda e o superintendente da SECAD, Paulo Henrique.