Diretoria do SINPOL-TO realiza reunião mensal e delibera assuntos da categoria

27/02/2024 27/02/2024 22:01 226 visualizações

Diretoria do SINPOL-TO realiza reunião mensal e delibera assuntos da categoria 

 

Em reunião ordinaria na tarde desta terça, 27, a diretoria do SINPOL-TO se reuniu para tratar de algumas demandas da categoria, dentre elas Lei Orgânica, Concurso Público, Renovação de Contratos das Assessorias Jurídicas e Regulamento do Benefício de Assistência Póstuma.

 

O presidente abriu a reunião informando que a COBRAPOL convocou reunião de diretoria para o próximo dia 05/3, que tratará das Leis Orgânicas nos Estados. "A ideia é padronizar os estudos de Projetos de Lei nos Estados e auxiliar aos Estados que ainda não iniciaram as tratativas acerca do assunto" pontuou Ubiratan. A questão do concurso público para provimento de vagas na Polícia Civil também foi objeto de discussão, sendo definido que se tratará de forma paralela a nova Lei Orgânica, tendo em vista a necessidade da adequação das carreiras no Tocantins.

 

O Diretor Jurídico, Adriano Borges trouxe em pauta assuntos relacionados aos atendimentos jurídicos em todo o estado e o retorno positivo dos filiados para com os advogados que atendem os sindicalizados. Informou ainda que no próximo mês alguns contratos serão renovados e terão algumas alterações de forma a melhor atender os filiados.

 

O Diretor Parlamebtar, Darlan Souza trouxe informações do Gabinete do Deputado Estadual Moisemar, quanto a Lei que cria o Dia do Veterano Policial Civil e também a Lei que beneficiará a contratação dos policiais aposentados para serviços administrativos, aproveitando a longa experiência destes. Os projetos estão sendo debatidos junto ao Governo do Estado e em breve haverá maiores detalhes sobre o andamento destes. 

 

A última pauta tratou da regulamentação do benefício Assistencial Póstumo, criado em Assembleia Geral, que visa substituir o plano de seguro de vida antigo, porém com vantagens, a primeira é a celeridade para desembolso aos familiares dos filiados e  a viabilidade de designar os beneficiários e percentuais fé forma individual. O valor se mantém em R$ 10.000,00 em caso de sinistro de morte com os sindicalizados.

 

Para ter direito ao benefício os filiados necessitarão preencher ficha com informações pessoais e dado dos familiares que serão assistidos, além de fazerem o recadastramento das informações pessoais junto ao sistema do sindicato.

 

“O modelo de seguro que tínhamos, não atendia da forma que gostaríamos e de certa forma tínhamos prejuízos. Assim, depois de muito estudo e planejamento chegamos a esse formato, haverá um fundo para custeio do beneficio e ao fi al de cada ano, os valores porventura nao utilizados, retornarao ao caixa do sindicato para ser aplicado em outros beneficios aos filiados. Nosso objetivo é dar o melhor apoio possível para os familiares dos filiados em momentos difíceis”, afirmou o presidente do SINPOL-TO, Ubiratan Rebello.  

 

Nos próximos dias irá iniciar o cadastramento de dados e adesão dos filiados.