Triênio 2020-2023: SINPOL-TO garantiu indenizações por jornada de trabalho e cumulações de responsabilidade e segue na luta por ampliação de benefícios

30/05/2022 15/06/2022 21:29 145 visualizações

Por muito tempo os direitos conquistados pelos servidores da Segurança Pública foram negados. O SINPOL-TO está virando esse jogo. Exemplo disso é a luta pelo  pagamento de indenizações por Jornada Extraordinária de Trabalho e por cumulações de responsabilidade. Esse avanço é importante por remunerar o servidor de acordo com a natureza do serviço desempenhado e as complexidades envolvidas.     “É certamente uma vitória da categoria, mas isso nos leva a outra questão, que é a revisão  dos valores irrisórios que são pagos a esses policiais civis”, acrescenta Suzi. 

Em recente reunião realizada na Secretaria de Segurança Pública (SSP), a presidente do SINPOL-TO defendeu o reajuste dos valores das diárias dos plantões, do sobreaviso, dos plantões extras e dos plantões no interior do Estado.

Em resposta, o secretário Wlademir Costa sinalizou que já existe um estudo para que essas mudanças venham ocorrer e que a aguarda o fim do período eleitoral para a implementação. 

“Nós não tínhamos essa gratificação por cumulação de responsabilidade, ou seja, os policiais que respondiam por mais de uma delegacia ou que trabalhava além da sua jornada regular não recebiam nada mais por isso”, comenta a presidente Suzi Francisca.

O ajuste nesses valores está no radar do SINPOL. “Partimos do zero  e obtivemos vitória quanto a esse reconhecimento. Agora nós precisamos avançar nessa questão dos valores que são pagos. Essa pauta tem sido tema de diversas reuniões com o Secretário da Segurança Pública e com a Casa Civil”, assegurou a representante da categoria.