CONSELHO DELIBERATIVO CONCLUI INVESTIGAÇÃO E PEDE ARQUIVAMENTO DE ACUSAÇÕES CONTRA A PRESIDENTE DO SINPOL POR INEXISTÊNCIA DE ATO ILÍCITO

13/05/2022 18/05/2022 18:02 274 visualizações

O Conselho Deliberativo do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (SINPOL-TO) apresentou, na última sexta-feira (06), o Parecer Final da investigação que apurava a materialidade das acusações feitas contra a presidente do SINPOL-TO, Suzi Francisca.

O documento foi apresentado durante a Reunião na sede do Sindicato dos Policiais Civis, em Palmas. Na ocasião, estava presente o conselho Diretor da instituição.

O referido Conselho Deliberativo foi acionado após tomar conhecimento da acusação feita pelo ex-vice-presidente do sindicato, Almir Tadeu, onde a Presidente Suzi Francisca teria solicitado vantagem indevida no valor de R$ 50 mil para liberação do início das obras da sub-sede de Araguaína.

A informação foi divulgada em forma de boato e nenhuma denúncia formal foi apresentada. No entanto, o Conselho iniciou os procedimentos investigativos que lhe são atribuídos pelo artigo 64 do Estatuto do SINPOL.

O senhor Adriano Pires, juntamente com o vice-presidente, Klebyson Tranqueira, e o Conselheiro Valdivino Ribeiro deram andamento nas investigações, colhendo provas testemunhais, e verificaram a não procedência do fato suscitado pelo ex-vice-presidente do SINPOL.

O Conselho Deliberativo, diante da comprovação da inexistência de qualquer conduta ilícita ou antiética por parte da Presidente do SINPOL, decidiu pelo arquivamento definitivo das investigações.

Conforme o enunciado do artigo 64, inciso III, é de competência do Conselho Deliberativo a apreciação e deliberação “sobre quaisquer irregularidades, ato de prevaricação, desvios, apreciação indébita de bens do SINPOL, praticado por gestor, filiado ou funcionários” do Sindicato.

Reiterando sua responsabilidade na apuração de irregularidades praticadas no âmbito do Sindicato, o Parecer Final legitima a referida investigação realizada para apuração dos fatos noticiados levianamente e que foram devidamente arquivados.