SINPOL IRÁ JUDICIALIZAR CASOS DE POLICIAIS CIVIS QUE NÃO TIVERAM SUAS PROGRESSÕES PUBLICADAS PELO ESTADO

07/04/2022 07/04/2022 10:00 462 visualizações

O SINPOPL-TO informa aos filiados que a terceira relação com os nomes de servidores aptos a receber as progressões não foi publicada, conforme previsto. O caso se deu após um parecer emitido pelo Procurador-Geral de Estado, Klédson de Moura Lima, no final da tarde de ontem (05).

Esse parecer, no entanto, não condiz com a realidade dos fatos, sendo apenas mais uma desculpa para que não sejam cumpridos os direitos dos Policiais Civis. Manobras como essa demonstram o desrespeito e a desvalorização da classe perante o Governo Estadual.

Conforme dito anteriormente, o Sindicato estava à espera dessa publicação para analisar todas as medidas cabíveis para solucionar essa situação. Diante o ocorrido, o SINPOL-TO comunica que irá acionar o jurídico para intervir em nome dos Policiais Civis que deveriam está na relação que não foi publicada.

O Sindicato entrará com um Mandado de Segurança (MS) coletivo para todos os Policiais Civis prejudicados. Caso alguém tenha preferência por uma ação individualizada, o SINPOL entrará com um MS individual.

O Sindicato reafirma seu compromisso com todos os Policiais Civis na luta pela valorização da classe. As progressões são um direito conquistado e o SINPOL-TO não aceitará que nenhum servidor seja prejudicado.