DURANTE REUNIÃO NA SECAD, PRESIDENTE DO SINPOL BUSCA SOLUCIONAR PENDÊNCIAS NAS PROGRESSÕES DOS POLICIAIS CIVIS; NOVA LISTA DEVE SER PUBLICADA NESTA QUARTA-FEIRA (13)

13/04/2022 13/04/2022 17:25 341 visualizações

 

A presidente do SINPOL-TO, Suzi Francisca, se reuniu com o secretário da Administração, Rafael Sulino, na manhã desta quarta-feira (13). Na ocasião a presidente intercedeu pelos Policiais Civis, ativos e aposentados, que não tiveram suas progressões implementadas pelo Governo do Estado.

A reunião aconteceu na Secretaria de Administração (Secad) e foi debatido temas de interesse da Polícia Civil. A presidente interveio em favor dos Policiais que não tiveram suas progressões publicadas nas listas anteriores.

Suzi também pediu que a implementação das progressões dos aposentados fosse realizada sem a necessidade de entrar com o processo de revisão da aposentadoria, sendo feita de forma automática. O último ponto da reunião foi em relação às parcelas dos retroativos aos quais os policiais têm direito.

O SALDO DA REUNIÃO

Em resposta, o secretário garantiu à presidente que uma nova lista será publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (13), com os nomes que não estavam nas relações anteriores.

A nova lista garante as progressões para 77 policiais, com a implementação na folha de pagamento do mês de Abril e referente às progressões atrasadas de até 2018.

Para a folha de pagamento de maio, relativo às progressões de 2019, serão 15 policiais. Por último, mais 30 policiais terão suas progressões incluídas na folha de junho, sendo essas referentes às progressões de 2020.

Caso algum servidor continue fora da nova relação, a presidente Suzi e o secretário da Administração irão repassar a lista e resolver essa situação. A reunião para corrigir essas possíveis pendências já foi marcada.

Em relação ao pagamento dos retroativos, a Secad irá fazer o credenciamento dos bancos e, após isso, será disponibilizado no portal do servidor o valor dos retroativos que cada policial tem direito. A Medida Provisória Nº 27, que previa o parcelamento dos retroativos, foi convertida na Lei Nº 3.901, de 31 de Março de 2022.

O SINPOL-TO tem trabalhado ativamente em favor dos servidores e tem buscado as melhores soluções para resolver a situação dos filiados que foram prejudicados com a não publicação de suas progressões. Cumprindo seu papel, o sindicato não aceitará que nenhum Policial Civil seja prejudicado ou que tenham seus direitos negados.