SINPOL-TO PROTOCOLA PEDIDO DE REPOSIÇÃO SALARIAL AO GOVERNO DO ESTADO EM CONJUNTO COM SINDICATOS E ASSOCIAÇÕES

14/05/2021 14/05/2021 16:58 463 visualizações

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (SINPOL-TO), em conjunto com os demais Sindicatos e Associações representativos dos servidores públicos do Estado do Tocantins protocolaram, na manhã desta sexta-feira 14, um requerimento ao Governador do Estado, reivindicando a reposição salarial referente ao ano de 2021, bem como as perdas inflacionárias dos anos de 2019 e 2020.

No ano de 2019, o INPC/IBGE foi de 5,0747%, porém o Governo Estadual, concedeu apenas uma parte da reposição, que foi de apenas 1%, restando uma diferença de 4,0747%. No ano de 2020, o INPC/IBGE foi de 2,4599%, porém, o Governo Estadual não concedeu qualquer reposição salarial naquele ano. Em 2021, o INPC/IBGE divulgou o percentual de inflação de 7,5911%, o que deveria, se for acatada pelo Governo, paga na folha de pagamento referente ao mês de maio, que seria pago em junho/2021.

Ao deixar de conceder a data base dos servidores públicos, o Governo do Estado prejudica toda a sociedade tocantinense. Pois, com a redução do poder aquisitivo dos salários, os servidores públicos deixam de adquirir produtos e serviços como era de costume.

 

 

Os sindicatos representativos, apresentam todos os anos o índice de inflação medida pelo IBGE. A data base dos servidores está prevista na Lei Orçamentária Anual (LOA). Não há motivos para que o Governo do Estado deixe de cumprir a legislação que ele mesmo criou.

O pagamento das perdas inflacionárias, decorre do não cumprimento da legislação nos anos de 2019 e 2020. Devendo ser corrigida imediatamente, a fim de evitar maiores prejuízos aos servidores públicos e a sociedade tocantinense.

 

#forçaehonra