Após recomendação do Ministério Público, SINPOL-TO, Sindiperito e SSP buscam solução para dar continuidade à vacinação dos Policiais Civis em Palmas

11/05/2021 11/05/2021 17:47 513 visualizações

Os presidentes do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (SINPOL-TO) e do Sindicato dos Peritos Oficiais do Estado do Tocantins (SINDIPERITO), Suzi Francisca e Silvio Marinho Jaca, estiveram reunidos na manhã desta terça-feira, 11, com o Secretário de Segurança Pública, Dr. Cristiano Sampaio, para buscar uma solução e dar continuidade à vacinação dos Policiais Civis da capital, após tomarem conhecimento sobre a recomendação do Ministério Público. 

Na oportunidade, o Secretário esclareceu que a determinação abrange somente Palmas e as vacinas que seriam aplicadas nesta semana, por enquanto, estão suspensas. Nas cidades do interior, todos os Policiais Civis estão com a primeira e segunda doses garantidas.  A SSP e os Sindicatos da categoria seguem nos próximos dias apresentando a defesa e buscando a retomada da vacinação dos profissionais da capital o mais breve possível. 

A presidente do SINPOL-TO, Suzi Francisca, lamenta a situação e reitera que a entidade não cessará os esforços até que todos sejam imunizados. “Infelizmente os cargos da base estão sendo os mais atingidos com essa situação, já perdemos muitos e compreendemos a preocupação dos Policiais Civis, principalmente àqueles que receberiam a primeira dose nesta semana, mas vamos garantir a continuidade da vacinação para todos”, assegura a presidente.    

O presidente do Sindiperito, Silvio Marinho Jaca, afirma que “Continuamos esse trabalho em conjunto para ajudar a SSP a resolver essa situação, compreendemos o quão é importante a imunização de todos os Policiais Civis que trabalham diretamente com o atendimento ao público e no combate ao crime”, destaca Silvio.

A reunião também contou com a participação da presidente da Associação dos Papiloscopistas do Estado do Tocantins (ASPA), Naides César.

Ascom SINPOL-TO