Sinpol e Unimed decidem dar continuidade aos contratos vigentes e ofertam mais 03 opções de planos de saúde que podem gerar uma economia de até 26% na mensalidade

08/01/2021 11/01/2021 09:21 327 visualizações

Na manhã desta quinta-feira, 07, a presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (Sinpol-TO), Suzi Francisca, e o diretor financeiro, Jean Silveira, reuniram-se mais uma vez com a equipe comercial da Unimed Palmas para viabilizar alternativas que beneficiem os filiados e diminua os impactos financeiros gerados pelos reajustes.

As novas propostas, apresentadas pela Unimed, eram condicionadas à rescisão do contrato mais antigo, nº 3011. Em virtude disso, o Sinpol apresentou uma contraproposta, por meio do ofício nº 206/2021, solicitando a continuidade dos contratos atuais ao mesmo tempo em que sejam ofertadas as novas opções de planos, aumentando assim ao portfólio de produtos que agora passa a contar com 3 novos produtos com um modelo de coparticipação que torna a mensalidade mais barata, sendo um com abrangência geográfica municipal para atendimentos eletivos (não urgentes) e nacional para atendimento em pronto socorros nos casos de urgência e emergência, e outros dois planos com abrangência nacional. Que assim foi acordado entre as partes, não havendo portanto cancelamento de nenhum plano vigente e facultada aos filiados a possibilidade de migrar para algum dos novos planos.

Os benefícios dessas novas propostas incluem uma coparticipação padrão (participação financeira dos beneficiários quando na sua utilização do plano): Nas consultas = 50%, (opção já prevista nos planos atuais); Nos exames e procedimentos ambulatoriais = 25% limitados no teto de R$ 200,00 por evento, (Não previstos planos atuais); Nas internações com franquia fixa de R$ 200,00, por evento (não previsto nos atuais planos). Vale destacar que independentemente do tipo de internação e quantidade de dias que dure, a coparticipação será cobrada partir do momento da entrada até a alta, pagando o beneficiário R$ 200,00 por essa internação.

Agora os filiados contarão com mais opções de planos, para as quais poderão migrar espontaneamente. Cabe lembrar que dependendo do contrato que o filiado possua, a migração poderá gerar uma redução na mensalidade em torno de 21% a 26%. Além disso, quem já está em um plano e possui agregados (mãe, pai, entre outros) poderá migrar para a nova proposta juntamente com eles no ato da assinatura dos novos contratos.

É importante destacar que qualquer dos planos, ainda que tenham características distintas de uso, possuem as mesmas garantias de procedimentos médicos cobertos contidos no rol mínimo de procedimentos e eventos da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

A adesão

O Sindicato iniciará a implantação da nova tabela no sistema e a partir da próxima segunda-feira, 11 de janeiro, os interessados já poderão realizar as novas adesões, na sede do Sindicato ou via telefone pelo (63) 9 9984-8486. O prazo para a migração, sem carência, seguirá até o dia 08 de fevereiro.

Confira as tabelas com os valores no anexo.