SINPOL-TO comemora sentença favorável a filiado acusado injustamente por tortura

26/11/2019 26/11/2019 17:11 173 visualizações

Em sentença publicada no dia 22 de novembro, foi absolvido mais um policial civil filiado ao SINPOL-TO, acusado falsamente por um detento pela prática do crime de tortura, na cidade de Colmeia do Tocantins. A absolvição considera o policial inocente e explica: “Analisando-se as provas, não há elementos suficientes que comprovem a materialidade e a autoria. No caso em concreto, resta isolada a palavra da vítima ouvida extrajudicialmente. Não se apresentaram lesões ou vestígios e nem se apreenderam as supostas máquinas que produzem choques. O laudo de exame de corpo delito acostado aos autos é anterior aos fatos quando da prisão em flagrante da vítima”.

Tal decisão confirma a integridade e reputação do policial civil. É sabido que em todo o país casos idênticos acontecem, acusações rasas e infundadas, sem o mínimo de embasamento, causam constrangimento e insegurança para a instituição desempenhar suas funções de maneira adequada.

 

Desafios da Profissão

A competente Assessoria Jurídica do SINPOL-TO, somente nos últimos 18 meses passados, conseguiu a justa absolvição de oito policiais civis em processos como este, onde restam provados que criminosos utiliza-se deste meio para desacreditar os policiais e a instituição Polícia Civil, que fora a responsável por levá-los aos rigores da Lei. 

A profissão do policial civil vem se tornando mais complexa e difícil a cada dia. Uma das mais importantes Instituições sofre com os desafios impostos aos profissionais, desde más condições de trabalho, até acusações infundadas de tortura como o caso em tela. Essas situações acabam prejudicando a vida dos policiais e resultam em transtornos graves no estado emocional.

O papel da polícia é proteger e assegurar o cidadão de bem das ações de indivíduos mal intencionados, desta forma, os policiais civis de todo o país são cobrados diariamente pelo estado e pela sociedade a cumprir com excelência o seu papel. No entanto, é fundamental considerar que esses profissionais são seres humanos que ficam noites sem dormir cumprindo plantão, atendendo flagrantes e ocorrências diversas, ficam distantes das famílias, e amigos e arriscam suas vidas para defender milhares de cidadãos. 

Sendo assim a categoria tem o direito de ter sua integridade garantida bem como a conduta respeitada, pois um dos temas abordados nacionalmente por várias federações é o fortalecimento da Polícia Civil, que visa promover qualidades adequadas de trabalho para toda a categoria.

O Sindicato dos Policiais Civis do Tocantins (SINPOL-TO) e toda a sua equipe buscarão incansavelmente a garantia dos direitos da categoria e atenção especial a cada filiado, bem como a proporcionar a defesa necessária em casos como o citado acima. Além disso, repudia calúnias proferidas contra os colegas, tendo em vista a boa índole e reputação ilibada dos nossos Policiais Civis.