SINPOL-TO manifesta-se em Audiência Pública sobre MP 02

14/03/2019 14/03/2019 21:40 610 visualizações

Com faixas de reprovação a MP 02 que congela por 30 meses os direitos dos policiais civis e demais servidores públicos do Tocantins, a Diretoria do SINPOL-TO marcou presença na Audiência Pública que debateu sobre o tema, realizada na Assembleia Legislativa, na tarde desta quinta, 14.

Diversos representantes classistas fizeram-se presentes na ocasião que contou com a participação do Secretário Chefe da Casa Civil e do Secretário da Fazenda, além de outros governistas. A Audiência foi presidida pelo deputado Ricardo Ayres.

Em seu pronunciamento, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis, Ubiratan Rebello, destacou que os cerca de 50 policiais alí presentes estavam presenciando a dificuldade existente em dialogar com o governo do Estado, "a presença de vocês fortalece nosso diálogo", observou.

"Para quê congelar algo que está congelado?", perguntou o Presidente fazendo menção ao não cumprimento dos direitos dos servidores públicos em geral. Nos últimos anos, na Polícia Civil, o policial só conseguiu assegurar seus direitos via judicial, o que demonstra desrespeito por parte do Governo do Estado.

As manifestações não foram encerradas nesta quinta, é o que assegura Rebello. "Vamos acompanhar todas as pautas inerentes a PC e não descansaremos na luta pelos nossos direitos. Convido todos os policiais a unirem forças conosco nessa empreitada. Juntos somos mais fortes", finalizou.