SINPOL-TO, FEIPOL-CON e ASPA-TO reúnem-se com Deputada Federal Professora Dorinha.

10/01/2019 10/01/2019 18:07 406 visualizações

Diretores do SINPOL-TO, Feipol-CON e Aspa (Associação dos Peritos Papiloscopistas) reuniram-se nesta terça-feira, 08, com a deputada Professora Dorinha - DEM/TO, tendo na pauta a modernização da Polícia Civil, fidelização de emenda parlamentar da Deputada para a aquisição do sistema ABIS e projetos de interesse dos policiais civis que tramitam no Congresso Nacional. 

Uma das grandes preocupações dos representantes classistas, externada durante a reunião, é que os recursos destinados por emenda parlamentar, impositiva, de bancada, com grande envolvimento da Deputada para aquisição do sistema ABIS, que é um software que torna a execução de atividades dos examinadores forenses muito mais célere devido as soluções multibiométricas, não sejam aplicados para essa finalidade. “Embora o atual governo não tenha histórico de desvio de finalidade quanto a destinação de recursos provenientes de emenda parlamentar, essa prática é comum no Estado do Tocantins e estaremos atentos para que mais uma vez a Segurança Pública não seja colocada em segundo plano”, disse Ubiratan Rebello, presidente do SINPOL-TO.

O ABIS é um sistema que vai muito além de um sistema de multi-identificação biométrica “O que buscamos com o ABIS, que já opera em pelo menos 16 estados, é maior precisão e velocidade de resposta em nossas análises periciais quanto a identificação de infratores, além disso o sistema será disponibilizado às demais forças de segurança estadual e municipal, a órgãos como Detran e TRE, além do Ministério Público e Judiciário tocantinense,  agradecemos a deputada Dorinha que tem contribuído com a Segurança Pública/Polícia Civil do Estado e agora está empenhada na modernização do trabalho prestado pela Papiloscopia, sendo mais uma vez de grande importância”, enfatizou Naídes Veras, vice-presidente da ASPA.

A modernização da polícia civil a nível nacional foi uma das pautas que também movimentou as discussões da reunião e a presidente da Feipol-CON, Marcilene Lucena, reforçou a solicitação da federação em um esforço político da Deputada em conseguir reunião com o deputado Rodrigo Maia e o ministro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. “A pauta da segurança pública é extensa e prioritária, a deputada Dorinha sempre foi uma grande parceira nessas questões, sendo inclusive autora de emendas que trouxeram milhões ao estado do Tocantins para investimentos na segurança dos cidadãos”, destacou, Marcilene. 

A deputada Dorinha ouviu atentamente cada ponto exposto pelos representantes sindicais e mais uma vez colocou seu mandato à disposição dos policiais civis e da segurança pública, destacando o papel importante desses na fiscalização da aplicação dos recursos disponibilizados por meio de emendas destinadas à segurança pública. “As necessidades do estado do Tocantins são grandes e tenho olhado com carinho e responsabilidade a cada uma delas, assim como os demais parlamentares da bancada federal, e dessa vez não será diferente. Procurarei gerir junto aos órgãos estaduais a utilização fiel dos recursos disponibilizados pelas emendas de meu mandato - que é do povo do Tocantins - e serei cada vez mais atuante nas pautas dos policiais civis quanto à evolução e modernização da Polícia Civil do Brasil junto ao Congresso Nacional”, afirmou a deputada Professora Dorinha. 

Os participantes firmaram posição para garantir a aquisição do ABIS e sua total operacionalização no estado do Tocantins, propiciando maior efetividade dos trabalhos da polícia civil e melhores resultados para a segurança dos cidadãos tocantinenses. “É nosso dever e o que estamos fazendo é para o melhor desempenho da Instituição que deve investigar e reprimir de forma qualificada os crimes, dando à sociedade a segurança que necessita e merece”, finalizou Lucena.

 

Matéria: Feipol-CON